Destaque

Bolsonaro assina decreto que facilita posse de armas para cidadãos Brasileiro

O presidente Jair Messias Bolsonaro assinou nesta terça-feira (15), em cerimônia no Palácio do Planalto, um decreto que facilita a posse de armas de fogo.

O direito à posse é a autorização para manter uma arma de fogo em casa ou no local de trabalho (desde que o dono da arma seja o responsável legal pelo estabelecimento). Para andar com a arma na rua, é preciso ter direito ao porte, cujas regras são mais rigorosas e não foram tratadas no decreto.

O texto do decreto permite aos cidadãos residentes em área urbana ou rural manter arma de fogo em casa, desde que cumpridos os requisitos de “efetiva necessidade”, a serem examinados pela Polícia Federal (veja regras mais abaixo),

Cumpridos os requisitos, o cidadão poderá ter até quatro armas, limite que pode ser ultrapassado em casos específicos.

O decreto também prevê que o prazo de validade do registro da arma, hoje de cinco anos, passará para dez anos.

“Todo e qualquer cidadão ou cidadã, em qualquer lugar do país, por conta desse dispositivo, tem o direito de ir até uma delegacia de Polícia Federal, levar os seus documentos, pedir autorização, adquirir a arma e poder ter a respectiva posse“, declarou o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni.

A Polícia Federal decidirá se autoriza ou não a concessão da posse. Não terá direito à posse:

  • quem tiver vínculo comprovado com organizações criminosas;
  • mentir na declaração de efetiva necessidade;
  • agir como ‘pessoa interposta’ de alguém que não preenche os requisitos para ter posse.

Além disso, o decreto mantém a proibição de posse de armas de uso exclusivo das Forças Armadas e instituições de segurança pública.

O que prevê o decreto

Pelas novas regras, ficam estabelecidos os seguintes critérios para que o cidadão comprove “efetiva necessidade” de possuir arma em casa:

  • Ser agente público (ativo ou inativo) de categorias como: agentes de segurança, funcionário da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), agentes penitenciários, funcionários do sistema socioeducativo e trabalhadores de polícia administrativa;
  • Ser militar (ativo ou inativo)
  • Residir em área rural;
  • Residir em área urbana de estados com índices anuais de mais de dez homicídios por cem mil habitantes, segundo dados de 2016 apresentados no Atlas da Violência 2018 (todos os estados e o Distrito Federal se encaixam nesse critério).
  • Ser dono ou responsável legal de estabelecimentos comerciais ou industriais;
  • Ser colecionador, atirador e caçador, devidamente registrados no Comando do Exército.

Além disso, as pessoas que quiserem ter arma em casa precisarão obedecer a seguinte exigência:

  • Comprovar existência de cofre ou local seguro para armazenamento, em casas nas quais morem crianças, adolescentes ou pessoa com deficiência mental;

Exigências

O novo decreto mantém inalteradas exigências que já vigoravam sobre posse de armas, como:

  • Obrigatoriedade de cursos para manejar a arma;
  • Ter ao menos 25 anos;
  • Ter ocupação lícita;
  • Não estar respondendo a inquérito policial ou processo criminal;
  • Não ter antecedentes criminais nas justiças Federal, Estadual (incluindo juizados), Militar e Eleitoral;
fonte: G1.com
Destaque

3º Encontro de Roda & Encontro de Folia de Reis em São Lourenço

Aconteceu na cidade de São Lourenço na tarde do dia 13 de Janeiro o 3º Encontro de Roda & Encontro de Folia de Reis. O encontro aconteceu com o desfile de carros de boi pelas ruas da cidade finalizando na Praça Brasil, local este onde aconteceu as apresentações das folias de reis participantes e da capoeira.

Este slideshow necessita de JavaScript.

🚨🚨Carro invade contramão e atinge motocicleta de frente🚨🚨

Na noite deste domingo um acidente envolvendo um carro e uma moto na MG-167 na cidade de Cambuquira deixou um casal ferido. De acordo com a Polícia Militar, os veículos bateram de frente. Testemunhas disseram que um Fiat Uno teria invadido a contramão e colidido frontalmente com a motocicleta. A PM relatou ainda que o autor do acidente fugiu logo após a batida e aparentava estar supostamente embriagado. O casal que se deslocava na motocicleta foi socorrido em estado grave e levado para o Hospital São Sebastião, em Três Corações. A Polícia investiga o caso e tenta localizar o autor do acidente. Fotos: redes sociais

Anúncios

Superação em duas rodas

Cirurgião-dentista e especialista em implantes, Thiago Botelho Araújo viu sua vida mudar ao conhecer a bicicleta. Sedentário e acima do peso, o ciclista encontrou no esporte um lazer e a melhoria da qualidade de vida. “A bicicleta me ajuda a sair do sedentarismo de uma forma prazerosa, ganhei saúde física e mental”, afirmou.
Confira um pouco mais de sua trajetória nesta entrevista.

Nome completo: Thiago Botelho Araújo
Idade: 36 anos
Profissão: Cirurgião-dentista especializado em implantes dentários há 14 anos

Jornal Panorama – Conte-nos um pouco de sua trajetória no esporte.
Thiago Araújo – Vim para o mundo das bicicletas através do jipe. Sempre gostei de trilhas, cachoeiras e curtir a natureza, sempre tentava alguma atividade física, como musculação, futebol, corrida a pé, mas todos foram sem persistência. Em meados de 2013 um amigo do jipe começou a pedalar todos os domingos e sempre me convidava e eu sempre esquivava dele. Nesta época, estava bem acima do peso: 95 kg para uma pessoa de 1m74.
Ele sempre me falava, “vamos, nós gostamos de trilhar e fazemos atividade física junto”, porém aquilo não entrava na minha cabeça; queria subir as montanhas na gasolina, não no angu. Até que um dia pela manhã, em uma viagem de fim de semana, vi este amigo vestido como ciclista a 12 km da cidade; achei o máximo e falei que na semana seguinte estaria junto com ele nos pedais. Aí comecei a pedalar em bikes de lazer.
Todos os domingos andávamos em média de 15 a 20 km, no início de 2014. Em meados deste mesmo ano, com o incentivo da galera, comprei uma bike 29 de R$ 2 mil; nunca imaginava gastar isso, pois andava em uma de R$ 500 e era um valor muito alto. Em novembro do mesmo ano, minha esposa resolveu entrar para o time também, dando um incentivo a mais.
Fomos a diversos trilhões nesta época, até que no final de 2015 resolvi entrar par ao mundo das competições. Minha primeira competição foi em Aiuruoca, no Jopan, e consegui uma ótima colocação, fiquei em terceiro lugar na minha categoria, foi um incentivo e tanto. Parti logo para o Big Bike em Itanhandu, 64 km de puro sofrimento, e na chegada ainda tive que ouvir da minha esposa Miriam “você precisa emagrecer”. Procurei um nutricionista, pois precisava perder mais uns 14kg, isso em abril de 2016.
Foi sofrido no começo, dieta restritiva, treinos, trabalho e tudo mais da vida normal de um atleta amador. Meu objetivo era sempre superação pessoal e assim foi dando certo. Uma competição em 36º, outra em 10º, outra 58º no primeiro Big Bike… Os números foram diminuindo com o passar dos treinos.
Em março de 2017 comecei a ter parâmetro da minha evolução no Big Bike de Itanhandu, quando fiquei em 34º. Depois veio a surpresa: no GP Ravelli, em Lambari, fiquei em 3º lugar na categoria, em agosto fiquei em 1º lugar de duplas na Copa Internacional de MTB em Congonhas e em setembro, 5º lugar geral Sport Xtreme, em Tiradentes, e 1º lugar geral no Jopan de São Vicente de Minas. No dia 25 de novembro estive em São José dos Campos, na disputa de 6 horas de MTB com mais três amigos de Lambari. Fechei o ano com a sensação de dever cumprido e grandes expectativas para 2018.
Jornal Panorama – Você pratica outros esportes? Quais?
Thiago Araújo – Para adquirir fortalecimento muscular, equilíbrio e aumentar a resistência, pratico musculação e funcional dois dias na semana.
Jornal Panorama – Qual a importância da bicicleta na sua vida?
Thiago Araújo – A bicicleta me ajuda a sair do sedentarismo de uma forma prazerosa, ganhei saúde física e mental.
Jornal Panorama – Quem foi sua maior inspiração para começar?
Thiago Araújo – Foram várias coisas que me inspiraram. Como já disse, sou dentista, trabalho fechado o dia todo, seria uma forma de fazer o oposto em minhas horas vagas e saúde. Na época estava com 96kg, precisava emagrecer, e tenho um histórico familiar preocupante.
Jornal Panorama – Atualmente, qual seu ídolo no esporte?
Thiago Araújo – Meu mestre, ao qual aprendi a respeitar e valorizar, pois minha evolução agradeço aos treinos e ensinamentos por ele passados, Daniel Grossi.
Jornal Panorama – Para ter uma boa qualidade de vida, além do esporte, o que é importante?
Thiago Araújo – Acredito na vida como um tripé: estar bem consigo mesmo, família e satisfação no trabalho. Três coisas que julgo essenciais para que todo o resto funcione.
Jornal Panorama – Como foi a experiência de participar o Circuito Jopan de Mountain Bike?
Thiago Araújo – Minha primeira experiência foi no Jopan de Aiuruoca em corridas, sempre tudo muito bem organiza, com uma receptividade bem legal. Estarei presente sempre que possível.
Jornal Panorama – Deixe uma mensagem para quem deseja começar um esporte.
Thiago Araújo – Acho muito importante para quem está começando definir um objetivo, seja ele lazer, corridas ou emagrecimento. Depois disso, é preciso ter foco e muita persistência, tem dia em que bate a preguiça e é só lembrar do objetivo. A evolução é gradativa e depende de você. E como diz Brou Bruto “vamos treinar que está todo mundo treinando”.

LEI MUNICIPAL PROÍBE ALIMENTAR POMBOS EM SÃO LOURENÇO

uma lei aprovada na cidade de São Lourenço (MG) quer acabar com a infestação de pombos nas ruas e casas da cidade. A medida, segundo o autor do projeto, é para minimizar os riscos à saúde dos moradores e turistas.

O projeto foi aprovado no dia 25 de junho pelos vereadores na Câmara Municipal. A lei determina que a punição vale para ações em espaços públicos e também dentro das casas. A ideia surgiu após a presença constante das aves em ruas e praças e flagras de

pombo1Com o projeto em vigor, a Câmara de Vereadores ainda vai definir o valor da multa aplicada a quem não cumprir a lei.

PROJETO ABRE OPORTUNIDADES PARA INICIANTES E AMANTES DA CAPOEIRA

 

 1

A Prefeitura de Arantina, por meio do departamento Municipal da Cultura, Esporte e juntamente com o CRAS – lançou no mês de Junho, em parceria com o tradicional Grupo de Capoeira “Bonfim”, o Projeto de capoeira que terá aulas, totalmente gratuitas.

As aulas de capoeira serão realizadas duas vezes na semana nas quadras esportiva do município.

Os interessados devem procurar qualquer um dos locais que oferecem as aulas para fazer a inscrição. Durante a matrícula, os alunos serão orientados sobre o que aprenderão e como será ensinada a modalidade.

As aulas serão ministradas por professores, bem como, contará com a presença do Mestre Pinheiro de 15 em 15 dias.

Texto e fotos Prefeitura Municipal de Arantina