Destaque

Clientes da Caixa relatam sumiço de dinheiro em suas contas bancárias

Segundo a empresa,o problema ocorreu devido uma falha no processamento de créditos em contas via TED.

Diversos correntistas da Caixa Econômica Federal estão relatando sumiço de dinheiro de suas contas, nesta sexta-feira, 18. As reclamações foram feitas nas redes sociais,  principalmente via Twitter. Segundo o banco, houve falha em alguns processamentos de transferências, porém o problema já foi resolvido;

Os correntistas dizem que os problemas são relacionados a dinheiro recebido via TED (Transferência Eletrônica Disponível). “Três transferências TED que foram creditadas na minha conta corrente ontem, e hoje simplesmente sumiram”, relata um dos clientes.  Em outro caso, uma cliente disse: “Ontem eu recebi o salário pela Caixa e hoje o meu dinheiro não está mais na conta”

Procurada, a Caixa disse que não houve sumiço de dinheiro nas contas, mas sim alguns atrasos no processamento dos créditos e que o dinheiro cairá na conta dos clientes normalmente. Caixa: “Alguns créditos em conta via TED foram processados com atraso, e já estão regularizados, sem prejuízo aos clientes.”

Por André Romani Veja

Anúncios
Destaque

ENEM divulga resultado pelo Inep, saiba como consultar sua nota!!

Resultado dos treineiros só será divulgado no dia 18 de março.

Os resultados do ENEM  Exame Nacional do Ensino Médio 2018 foram divulgadas na manhã de hoje sexta-feira . Para acessar, os candidatos que fizeram o exame devem acessar a Página do Participante (https://enem.inep.gov.br/participante/), incluir seu CPF e a senha cadastrada. A nota do Enem só pode ser consultada individualmente.

Inicialmente, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira Inep, havia divulgado que as notas sairiam a partir das 10 h da manhã de hoje sexta. Porém, o resultado já estava disponível por volta das 8 horas e 20 minutos. Ao G1, o Inep esclareceu que a liberação das notas costuma ser antecipada para que, até o horário oficial da divulgação, o sistema passe por um período considerado de teste, quando pode passar por momentos de sobrecarga.

O objetivo desse teste, segundo o Inep, é garantir que, às 10 horas, o acesso de todos os cerca de 4 milhões de participantes do Enem esteja estável e não fique sobrecarregado.

De acordo com o Inep, o resultado dos treineiros e o espelho da redação estarão disponíveis no dia 18 de março.

Por Gessyca Rocha e Ana Carolina Moreno, G1

Destaque

Marciano “O Inimitável” da dupla João Mineiro e marciano morre aos 67 anos.

”Nesse momento, agradecemos o carinho de todos e pedimos orações à família”, informou a Equipe Marciano.

O cantor sertanejo Marciano, que marcou história da música sertaneja raiz, formando a dupla João Mineiro e Marciano, morre aos 67 anos, segundo informações teria sofrido um infarto, ele morreu dormindo em sua casa em São Caetano, por volta das 2 da manhã nesta sexta feira 18 de janeiro, a aparentemente não sofria de nenhum problema grave de saúde.

A informação foi confirmada na rede social do cantor.

“É com imenso pesar que, em nota, confirmamos o falecimento do cantor Marciano, o Inimitável. Em breve, divulgaremos mais informações. Nesse momento, agradecemos o carinho de todos e pedimos orações à família”.

O cantor, que nos últimos anos usava o título de “O Inimitável”, iniciou sua carreira no ano de 1970 ao lado de João Mineiro. Juntos, marcaram a história da música sertaneja raiz com sucessos como “Ainda Ontem Chorei De Saudade”, “Se eu não puder te esquecer”, entre outras.

Após a morte de João Mineiro, em 2012, Marciano iniciou uma nova carreira ao lado de Milionário ex-dupla de José Rico, também falecido no ano de 2015.

foto: reprodução internet

Destaque

Governo promete repassar R$ 507 milhões aos municípios

Nota foi publicada pelo Governo de Minas Gerais, que promete fazer uma escala de repasse aos municípios.

O governador Romeu Zema prometeu repassar no dia 8 de janeiro, R$ 507 milhões aos municípios mineiros. A informação foi publicada no portal do Governo de Minas Gerais, comunicando o compromisso com os municípios.
Zema deu início ao processo de retomada das transferências regulares de recursos para os municípios mineiros. Segundo a nota, “diante da indisponibilidade de recursos em caixa e com dívidas bilionárias herdadas da gestão anterior, a administração fazendária trabalha arduamente para equilibrar e equacionar os repasses aos municípios e haver a regularização dos atrasos nos salários dos servidores estaduais”.
Ainda segundo o comunicado oficial do Governo, a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), que desbloqueou R$ 443,3 milhões da conta do Estado de Minas Gerais, segundo o secretário de Fazenda, Gustavo Barbosa, trará um novo alento para a estabilidade do caixa estadual no decorrer deste mês de janeiro.

Fonte: Da Redação

Destaque

Brasil assume meta para reduzir 144 mil toneladas de açúcar até 2022

País será um dos primeiros do mundo a fazer acordo com a indústria para a redução do açúcar em industrializados. Serão cinco categorias de alimentos

O Brasil quer reduzir 144 mil toneladas de açúcar de bolos, misturas para bolos, produtos lácteos, achocolatados, bebidas açucaradas e biscoitos recheados. O acordo foi assinado nesta segunda-feira (26/11) pelo ministro da Saúde, Gilberto Occhi, e os presidentes de associações do setor produtivo de alimentos. Ao estabelecer a meta até 2022, o Brasil se destaca como um dos primeiros países do mundo a buscar a diminuição do açúcar nos alimentos industrializados. O acordo segue o mesmo parâmetro do feito para a redução do sódio, que foi capaz de retirar mais de 17 mil toneladas de sódio dos alimentos processados em quatro anos.
“O acordo vai ajudar a melhorar a conscientização da população na busca de alimentos mais saudáveis. O apoio da indústria na redução do açúcar permitirá que população busque uma vida mais saudável e tenha menos problemas de doenças que possam ser evitadas. É importante que nós tenhamos avanços dessa natureza”, destacou o ministro da Saúde, Gilberto Occhi.
O monitoramento da redução será feito a cada dois anos pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), sendo a primeira análise no final de 2020. Fazem parte do acordo a Associação Brasileira das Indústrias da Alimentação (ABIA), a Associação Brasileira das Indústrias de Refrigerantes e de Bebidas Não Alcoólicas (ABIR), a Associação Brasileira das Indústrias de Biscoitos, Massas Alimentícias e Pães e Bolos Industrializados (ABIMAPI) e a Associação Brasileira de Laticínios (Viva Lácteos).
Para estabelecer as metas das cinco categorias de alimentos, o Ministério da Saúde analisou critérios que envolvem desde o consumo e distribuição dos teores de açúcar dos alimentos até a necessidade de redução dos níveis máximos do alimento; queda dos teores de açúcares livres não resultantes em aumento no valor energético e de adição ou substituição por adoçantes, além do percentual de produtos a serem reformulados para atingirem à meta.
Considerando os produtos com maior quantidade de açúcar, os biscoitos e produtos lácteos terão os maiores percentuais de meta para redução do alimento, com a meta de retirar 62,4% e 53,9% de açúcar da composição, respectivamente. Para bolos, a meta é de até 32,4% e para as misturas para bolos, até 46,1% do teor de açúcar. Já os achocolatados, tem a meta de cair até 10,5% e as bebidas açucaradas até 33,8%.
“Nós não temos a menor dúvida, que isso é fundamental. Temos que controlar fortemente as doenças crônicas não transmissíveis, principalmente hipertensão e diabetes. Com isso, vamos contribuir para uma saúde melhor para os brasileiros”, ressaltou o secretário de Atenção à Saúde, Francisco Assis.
Os brasileiros consomem 50% a mais de açúcar do que o recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Isso significa que, por dia, cada brasileiro, consome em média 18 colheres de chá do produto (o que corresponde a 80g de açúcar/dia), quando o recomendado seria até 12. Desse total, 64% corresponde à açúcares adicionados, aquela colherzinha a mais que você coloca nos alimentos. O restante do consumo é o açúcar presente nos alimentos industrializados.
O alto de açúcar já impacta no aumento de doenças crônicas não-transmissíveis. Na última década, o diabetes cresceu 54% nos homens e 28,5% nas mulheres. Outra doença que tem crescido entre os brasileiros, e que está relacionada com o alto consumo de açúcar, é a obesidade. A condição clínica subiu mais de 60%.

MUDANÇA DE HÁBITOS
O incentivo para uma alimentação adequada e saudável e a prática de atividades físicas é prioridade do Governo Federal. Em 2017, o Ministério da Saúde adotou internacionalmente metas para frear o crescimento do excesso de peso e obesidade no país. O compromisso foi de deter o crescimento da obesidade na população adulta até 2019; reduzir o consumo regular de refrigerante e suco artificial em pelo menos 30% na população adulta até 2019 e ampliar no mínimo de 17,8% o percentual de adultos que consomem frutas e hortaliças regularmente até 2019.
Outra ação para a promoção da alimentação saudável é a publicação do Guia Alimentar para a População Brasileira. Reconhecida mundialmente pela sua abordagem integral, a publicação orienta a população com recomendações sobre alimentação saudável baseada principalmente no consumo de alimentos in natura ou minimamente processados.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fonte: Victor Maciel / Agência Saúde

Foto: Rodrigo Nunes/MS

Destaque

Sem repasse do governo estadual, pronto-socorro de Itajubá tem suas ações paralisadas.

A paralisação nos atendimentos do pronto-socorro da Santa Casa de Itajubá MG, completou cinco dias nesta terça-feira 15 de Janeiro.

Apenas casos de urgência e emergência estão sendo atendidos. O último salário pago integralmente aos médicos foi no mês de setembro de 2017, a paralisação começou na sexta-feira dia 11 de Janeiro. Segundo a médica-coordenadora do pronto-socorro, os salários estão atrasados há dois meses.

Antes de paralisarem as atividades, os médicos tentaram um acordo com a administração do hospital, mas como os salários não foram pagos, os atendimentos foram suspensos.

“De acordo com o código de ética médica, a gente para o serviço, o atendimento médico do pronto-socorro, exceto para os casos de urgência e emergência. Então os pacientes classificados como urgência e emergência, eles são recebidos e atendidos pelo pronto-socorro da Santa Casa”, completou a coordenadora.

Segundo a Superintendência da Santa Casa, são feitos cerca de 10 mil atendimentos por mês, 80% deles pelo SUS, Sistema Único de Saúde. Com os repasses atrasados, é difícil manter as contas em dia.

“Hoje infelizmente o valor que a gente recebe é insuficiente, então por isso os médicos receberam uma parcela do pagamento pra gente poder complementar e atualizar com esse valor pendente e voltar os atendimentos”, disse a superintendente da Santa Casa, Renata Rennê Alvarenga.

Segundo a prefeitura, a expectativa é que o repasse seja feito até o fim deste mês.

“Nós já pagamos uma este mês, de janeiro e até o final do mês a gente espera, não é uma promessa e sim um compromisso da gente estar trabalhando para até o final do mês a gente possa fazer mais o repasse de uma parcela”, disse o secretário de Saúde, Nilo César Baracho.

Com isso, a administração da Santa Casa garante que vai deixar o salário dos médicos em dia.

“O que mais a Santa Casa quer é manter os atendimentos de forma resolutiva, de forma humanizada, mas nós precisamos de verba para conseguir pagar os médicos, para pagar todo o custo que envolve o nosso pronto-socorro”, completou a superintendente da Santa Casa.

O governo do estado informou, em nota, que a Secretaria da Fazenda está trabalhando para retomar os repasses para as prefeituras.

fonte: G1.com