Imagens mostram suspeito de crime correndo após assassinato em São Sebastião do Paraíso

Imagens divulgadas pela Polícia Civil mostram o que seria o suspeito de matar uma mulher de 55 anos a tiros em São Sebastião do Paraíso (MG), na noite de domingo (9), correndo após o crime. A motivação do crime ainda é desconhecida.

Conforme a polícia, Rosa Maria da Silva estava em casa com o marido, no bairro San Genaro, por volta das 20h de domingo, assistindo televisão. Em determinado momento, o marido foi para a cozinha e ouviu os tiros. Ao correr para a sala, ele encontrou o corpo da esposa caído no chão.

Segundo a polícia, o marido ligou para a Polícia Militar. O Samu foi acionado, mas quando chegou ao local, constatou que a mulher estava morta.

Vizinhos relataram à polícia que não ouviram barulho de carro, só dos tiros e de um homem correndo. O portão e a porta da residência estariam destrancados.

“Trata-se de um crime extremamente complexo, algo inusitado, algo que não tem paradigma na minha vida investigativa. Um crime que a vítima é sob qualquer suspeito, nós não temos vínculo da vítima com nenhuma área, esfera criminosa, ou esfera de problema social e isso dificulta ou encontra-se em passo de se resolver as investigações. Tudo nós estamos levantando, seja na seara familiar, na seara de vizinhos, de amizade, para tentar identificar o motivo desse brutal delito. Tudo está sendo analisado”, disse o delegado Vinícius Zamó.

Ainda segundo o delegado, a única hipótese descartada é a de latrocínio, o roubo seguido de morte.

“Por enquanto nós não temos nenhuma informação de que o autor ao entrar na residência tinha pretensão de subtração de bens, tudo nos indica que houve uma execução sumária, ele já entrou com a vontade firme e consciente de matá-la e assim conseguindo consumar o ato”, disse o delegado.

Ainda conforme o delegado, o suspeito já estaria vigiando a casa antes de cometer o crime.

“Nós temos informações até com a própria família, com a própria filha da vítima, que nos disse que ela tinha acabado de sair de sua residência para ir com o namorado em um restaurante, coisa de 10 minutos houve o crime, acreditamos sim que o autor estava esperando o melhor momento, a melhor oportunidade, para ingressar na residência sem que tivesse mais pessoas ou testemunhas ou outras situações melhorasse a situação dele para a fuga”, completou o delegado.

Fonte: G1 Sul de Minas

Foto: Reprodução/EPTV

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s