Laboratório da UNB registra tremor de terra de magnitude 3.9 em Delfinópolis, MG

O Laboratório Sismológico da Universidade de Brasília confirmou um tremor de terra de magnitude 3.9 na tarde desta segunda-feira (20) com epicentro em Delfinópolis (MG). As causas não estão esclarecidas. A princípio, ninguém ficou ferido.

Conforme a UNB, o tremor pode ter sido sentido em um raio de até 100 quilômetros e teve início às 16h46. Segundo a universidade, o tremor chegou a cidades como Passos (MG), São Sebastião do Paraíso (MG) e Franca (SP), sendo sentido no Sul de Minas Gerais e no interior paulista. Ao todo, 37 estações detectaram o evento.

Nas redes sociais, moradores de Delfinópolis e pelo menos 10 cidades vizinhas relataram o tremor. Até a última atualização desta reportagem, nenhuma ocorrência havia sido registrado por conta do tremor pela polícia.

Acomodação de falhas geológicas

Segundo o professor George Sand, do Laboratório Sismológico da UNB, a hipótese mais provável para o tremor é uma acomodação natural de falhas geológicas. Conforme o professor, mesmo que essa acomodação seja de centímetros ou milímetros, isso pode provocar o tremor, considerado natural.

Ainda de acordo com o professor, outros eventos do tipo já foram registrados na mesma região nos últimos anos. Em 2017, foi registrado um tremor de 2.4 em Sacramento (MG). Já no ano passado, outro tremor de 2.3 também foi registrado em Delfinópolis.

O tremor registrado nesta segunda-feira, de magnitude 3.9, é considerado de intensidade moderada.

Fonte: G1 Sul de Minas

Foto: reprodução/internet/UNB

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s