O CICLISTA REVELAÇÃO DE SÃO VICENTE DE MINAS

Iago Felipe Oliveira Santos, de 16 anos, já está acostumado com a graxa das magrelas. O jovem é mecânico de bicicletas, mas desde cedo tem contato, ainda que distante, com o esporte. Quando o pai tinha uma bicicletaria, ele começou a se encantar e se apaixonar.
Iago foi um dos destaques do 2º Circuito de Mountain Bike do Jopan (Jogos do Jornal Panorama), e chegou em terceiro lugar na categoria Geral Masculino Light. Confira sua entrevista ao Jornal Panorama.

Nome completo: Iago Felipe Oliveira Santos
Idade: 16 anos
Profissão: Mecânico de bicicletas

Jornal Panorama – Há quanto tempo você anda de bike?
Iago – Desde dos 4 anos de idade.

Jornal Panorama – De onde vem a paixão por andar de bicicleta?
Iago – De meu pai, que quando era mais novo, praticava corrida de cross e tinha uma bicicletaria.

Jornal Panorama – Quando começou a pensar na bicicleta como um esporte?
Iago – No ano passado já vinha pensando em fazer trilhas.

Jornal Panorama – Você pratica outros esportes? Quais?
Iago – Sim. Basquete.

Jornal Panorama – Quais seus planos para o futuro? Pretende fazer da bike um estilo de vida?
Iago – Cursar Engenharia Mecânica. Sim, eu já ando de bicicletas todos os dias.

Jornal Panorama – Como foi participar do Circuito Jopan de Mountain Bike?
Iago – Ótimo, uma atração de competição diferenciada de esportes que não há na cidade. Tive uma experiência muito boa, fiz novas amizades.

Jornal Panorama – Deixe uma mensagem para os jovens que estão iniciando a prática esportiva.
Iago – Deixe um pouco do celular e faça do esporte seu vício.

Anúncios

SUPERAÇÃO EM DUAS RODAS

Cirurgião-dentista e especialista em implantes, Thiago Botelho Araújo viu sua vida mudar ao conhecer a bicicleta. Sedentário e acima do peso, o ciclista encontrou no esporte um lazer e a melhoria da qualidade de vida. “A bicicleta me ajuda a sair do sedentarismo de uma forma prazerosa, ganhei saúde física e mental”, afirmou.
Confira um pouco mais de sua trajetória nesta entrevista.

Nome completo: Thiago Botelho Araújo
Idade: 36 anos
Profissão: Cirurgião-dentista especializado em implantes dentários há 14 anos

Jornal Panorama – Conte-nos um pouco de sua trajetória no esporte.
Thiago Araújo – Vim para o mundo das bicicletas através do jipe. Sempre gostei de trilhas, cachoeiras e curtir a natureza, sempre tentava alguma atividade física, como musculação, futebol, corrida a pé, mas todos foram sem persistência. Em meados de 2013 um amigo do jipe começou a pedalar todos os domingos e sempre me convidava e eu sempre esquivava dele. Nesta época, estava bem acima do peso: 95 kg para uma pessoa de 1m74.
Ele sempre me falava, “vamos, nós gostamos de trilhar e fazemos atividade física junto”, porém aquilo não entrava na minha cabeça; queria subir as montanhas na gasolina, não no angu. Até que um dia pela manhã, em uma viagem de fim de semana, vi este amigo vestido como ciclista a 12 km da cidade; achei o máximo e falei que na semana seguinte estaria junto com ele nos pedais. Aí comecei a pedalar em bikes de lazer.
Todos os domingos andávamos em média de 15 a 20 km, no início de 2014. Em meados deste mesmo ano, com o incentivo da galera, comprei uma bike 29 de R$ 2 mil; nunca imaginava gastar isso, pois andava em uma de R$ 500 e era um valor muito alto. Em novembro do mesmo ano, minha esposa resolveu entrar para o time também, dando um incentivo a mais.
Fomos a diversos trilhões nesta época, até que no final de 2015 resolvi entrar par ao mundo das competições. Minha primeira competição foi em Aiuruoca, no Jopan, e consegui uma ótima colocação, fiquei em terceiro lugar na minha categoria, foi um incentivo e tanto. Parti logo para o Big Bike em Itanhandu, 64 km de puro sofrimento, e na chegada ainda tive que ouvir da minha esposa Miriam “você precisa emagrecer”. Procurei um nutricionista, pois precisava perder mais uns 14kg, isso em abril de 2016.
Foi sofrido no começo, dieta restritiva, treinos, trabalho e tudo mais da vida normal de um atleta amador. Meu objetivo era sempre superação pessoal e assim foi dando certo. Uma competição em 36º, outra em 10º, outra 58º no primeiro Big Bike… Os números foram diminuindo com o passar dos treinos.
Em março de 2017 comecei a ter parâmetro da minha evolução no Big Bike de Itanhandu, quando fiquei em 34º. Depois veio a surpresa: no GP Ravelli, em Lambari, fiquei em 3º lugar na categoria, em agosto fiquei em 1º lugar de duplas na Copa Internacional de MTB em Congonhas e em setembro, 5º lugar geral Sport Xtreme, em Tiradentes, e 1º lugar geral no Jopan de São Vicente de Minas. No dia 25 de novembro estive em São José dos Campos, na disputa de 6 horas de MTB com mais três amigos de Lambari. Fechei o ano com a sensação de dever cumprido e grandes expectativas para 2018.

Jornal Panorama – Você pratica outros esportes? Quais?
Thiago Araújo – Para adquirir fortalecimento muscular, equilíbrio e aumentar a resistência, pratico musculação e funcional dois dias na semana.

Jornal Panorama – Qual a importância da bicicleta na sua vida?
Thiago Araújo – A bicicleta me ajuda a sair do sedentarismo de uma forma prazerosa, ganhei saúde física e mental.

Jornal Panorama – Quem foi sua maior inspiração para começar?
Thiago Araújo – Foram várias coisas que me inspiraram. Como já disse, sou dentista, trabalho fechado o dia todo, seria uma forma de fazer o oposto em minhas horas vagas e saúde. Na época estava com 96kg, precisava emagrecer, e tenho um histórico familiar preocupante.

Jornal Panorama – Atualmente, qual seu ídolo no esporte?
Thiago Araújo – Meu mestre, ao qual aprendi a respeitar e valorizar, pois minha evolução agradeço aos treinos e ensinamentos por ele passados, Daniel Grossi.

Jornal Panorama – Para ter uma boa qualidade de vida, além do esporte, o que é importante?
Thiago Araújo – Acredito na vida como um tripé: estar bem consigo mesmo, família e satisfação no trabalho. Três coisas que julgo essenciais para que todo o resto funcione.

Jornal Panorama – Como foi a experiência de participar o Circuito Jopan de Mountain Bike?
Thiago Araújo – Minha primeira experiência foi no Jopan de Aiuruoca em corridas, sempre tudo muito bem organiza, com uma receptividade bem legal. Estarei presente sempre que possível.

Jornal Panorama – Deixe uma mensagem para quem deseja começar um esporte.
Thiago Araújo – Acho muito importante para quem está começando definir um objetivo, seja ele lazer, corridas ou emagrecimento. Depois disso, é preciso ter foco e muita persistência, tem dia em que bate a preguiça e é só lembrar do objetivo. A evolução é gradativa e depende de você. E como diz Brou Bruto “vamos treinar que está todo mundo treinando”.

PRÓXIMA PARADA, CROÁCIA Pedro Augusto, jogador de futsal de 18 anos, tem oportunidade de iniciar carreira no futsal em clube europeu

O jovem Pedro Augusto Corrêa Amorim, de 18 anos, em breve começará uma nova fase em sua vida. Em dezembro, o atleta passou uma semana na Croácia, onde foi avaliado pela equipe técnica de um time do país e aprovado na seleção. “Consegui passar, mas meus empresários não me passaram nada do clube ou do contrato que será feito”, afirmou.
Morador de Dom Viçoso, Pedro começou a carreira no futsal aos oito anos de idade. Jogou pelas equipes de São Lourenço, Carmo de Minas e Intersoccer, de Caxambu, mas sem esquecer do time de sua cidade. “Minha principal equipe sempre foi Dom Viçoso, por onde disputei e ganhei vários campeonatos”, conta.
Entre as conquistas, algumas marcaram sua carreira. “O Joju, JOPAN (Jogos do Jornal Panorama) e o Jemg, que disputei por Dom Viçoso em meu último ano na modalidade, e saímos campeões. Foi um título inédito para a escola e para a cidade”, explica. E desde cedo tinha o esporte como foco. “Sempre foi meu sonho ser jogador de futebol, desde pequeno tinha esse desejo, e hoje estou dando meu primeiro passo para realizá-lo”, alegra-se o jovem jogador.
Entre os dias 7 e 18 de dezembro, o jovem passou por uma bateria de avaliações em um clube da Croácia, país do Sul europeu. Ficou no CT do clube para avaliação e foi aprovado. E esta não foi sua primeira tentativa para participar de um grande time. “Todo jogador sonha em jogar na Europa, mas não tinha que ideia de que seria meu primeiro clube lá fora. Sempre pensei em jogar por times do Brasil, começar a carreira por aqui. Mas apareceu essa oportunidade, agarrei-a e hoje estou começando da Europa!”, revela Pedro.
E Pedro já deixou sua marca nos Jogos do Jornal Panorama, levando inclusive o troféu de campeão para casa pela equipe de futsal de Dom Viçoso. “Participei na edição em Soledade de Minas, na qual fomos campeões pelo sub-17. É um campeonato ótimo, de boa repercussão e muito bem organizado. Sempre bom participar!”, aponta Pedro.
A quem está em busca de um sonho, o jovem deixa um recado. “Jamais desistam de seus sonhos, por mais difíceis que possam ser. Tenha muita determinação, foco e fé, coloque Deus a frente de tudo, que Ele cuidará bem do seu caminho! Tenha perseverança e não deixe que nada e nem ninguém te desanime”, incentiva.

26º JOPAN – Jogos do Jornal Panorama, Uma explosão de alegria

26º JOPAN: UMA EXPLOSÃO DE ALEGRIA

Entre os dias 29 de novembro e 6 de dezembro, São Vicente de Minas foi palco de um grande evento esportivo: 26º JOPAN (Jogos do Jornal Panorama), que reuniu em nossa cidade toda uma região para a prática sadia do esporte.
Desde a abertura, que foi maravilhosa, até as finais das competições coletivas, tudo corroborou para que o evento tivesse um brilho todo especial.
Nossas equipes marcaram sua participação de forma excepcional, colocando nosso município como referência regional principalmente na formação de novos valores. Fomos a cidade mais laureada com dez troféus, um marco neste evento.
Nossas equipes de futsal e vôlei deram um verdadeiro show dentro e fora das quadras. As finais do vôlei feminino e masculino e futsal masculino contra Andrelândia foram épicos, marcantes, o público delirou e foi ao êxtase com o grito de “é campeão”.
Tivemos vários atletas laureados como os melhores do torneio: Fernanda, do vôlei feminino; Gabriel Godinho, do vôlei masculino; Betânia, do vôlei feminino; Gabriel Andrade, do vôlei masculino; e Júlia, do vôlei feminino, o que mostra a excelência do nosso trabalho.
Diz o ditado que “sonho que se sonha só é apenas um sonho, mas quando sonhamos juntos vira realidade”.
Fiquei muito feliz envaidecido de poder mostrar o talento destes meninos para nossa cidade. Obrigado Prefeito Lili por ter permitido que isto acontecesse, aos secretários Gustavo e Valéria pelo empenho e dedicação na realização dos jogos, ao staff da prefeitura, e a todos que colaboraram, muito obrigado.
“A diferença entre o sonho e a realidade é a quantidade certo de tempo e trabalho”.

JOVEM TALENTO DAS QUADRAS

JOVEM TALENTO DAS QUADRAS
Com apenas 21 anos, Wallace Felix Cabral Silva comanda as equipes de futsal sub-13, sub-15 e sub-17 de Madre de Deus de Minas há quase dois anos. Apesar da pouca idade, já conquistou o vice-campeonato dos Jogos Escolares de Minas Gerais no ano passado. Tendo como inspiração o técnico da Seleção Brasileira, Tite, espera no futuro a valorização e reconhecimento do futsal como modalidade olímpica.
Confira um pouco mais de sua trajetória abaixo:

Nome Completo: Wallace Felix Cabral Silva
Idade: 21 anos
Cidade: Madre de Deus de Minas
Profissão: Estudante

Jornal Panorama – Como começou sua carreira no futsal?
Wallace – Comecei minha carreira em parceria com meu irmão, em um projeto para os Jogos Escolares de Minas Gerais em 2016.

Jornal Panorama – Você atua apenas no futsal ou em outras modalidades?
Wallace – No momento atuo somente no futsal.

Jornal Panorama – Em quais técnicos você se inspira?
Wallace – Me inspiro no Tite, principalmente pelo fantástico trabalho de grupo que ele faz.

Jornal Panorama – Vendo tantos jovens em ação durante os campeonatos em que participa, como vê o futuro do futsal?
Wallace – Eu espero que o futsal seja mais valorizado e reconhecido. Gostaria que no futuro se tornasse uma modalidade olímpica.

Jornal Panorama – Quais conquistas marcaram sua carreira?
Wallace – A conquista mais marcante de minha carreira foi o vice-campeonato dos Jogos Escolares de Minas Gerais, em 2017. Apesar de não ser uma medalha de ouro foi uma colocação inédita para Madre de Deus. O que mais me marcou foi a intensidade do nosso grupo que com todas as dificuldades se agigantaram.

Jornal Panorama – Como é sua preparação para ser um técnico melhor a cada dia?
Wallace – Eu procuro aprender com os técnicos mais experientes através de palestras e cursos. O aprendizado no futsal é constante.

Jornal Panorama – O que busca passar a seus alunos?
Wallace – Valorização de cada momento, com 100% de intensidade. Passamos por inúmeras dificuldades, poucos recursos auxílio. Com isso, aproveitamos cada segundo das viagens e torneios.

Jornal Panorama – Você já participou de algumas edições do JOPAN (Jogos do Jornal Panorama). O que acha do campeonato?
Wallace – O Jopan é um dos campeonatos que mais gosto de disputar. O formato de disputa me agrada, por se mata-mata não tem jogo fácil. Com as mudanças para 2018 acho que o campeonato vai ficar ainda melhor.

Jornal Panorama – Deixe uma mensagem para os leitores do Jornal Panorama.
Wallace – A mensagem que eu gostaria de deixar é que o título não é o mais importante e sim cada momento ao lado dos alunos. O futsal abre as portas para novas amizades que podem transformar as vidas de cada um.

DO LEGISLATIVO AO EXECUTIVO: JOPAN SEMPRE PRESENTE EM SÃO VICENTE DE MINAS Prefeito Lili do Gás fala da experiência de receber o JOPAN

Pela segunda vez, o JOPAN (Jogos do Jornal Panorama) chegou a São Vicente de Minas. A primeira vez, em 2016, o município recebeu a 16ª edição dos jogos, revelando talentos e mostrando a força do esporte na cidade. Na época, o atual prefeito Lili do Gás era presidente do Legislativo e foi um dos grandes incentivadores da realização do torneio.
Dez edições depois, os jogos retornam com força total. Como não poderia ser diferente, a etapa contou com o apoio do município e grande participação dos atletas. Em entrevista exclusiva, o prefeito Lili do Gás conta como foi a experiência para o município receber o torneio que mais vem crescendo na região.

Jornal Panorama – O que o senhor achou do 26º JOPAN de São Vicente de Minas?
Prefeito Lili do Gás – A celebração do esporte sempre é prazerosa de se ver e compartilhar. Quando se trata de um evento esportivo que tem a parceria da grandeza e importância do JOPAN, amplia o alcance e a motivação dos atletas a fazer o esporte em sua essência. Em se tratando de São Vicente de Minas, o JOPAN foi a consagração do ano brilhante que o esporte vicenciano teve em 2017.

Jornal Panorama – Quais benefícios a realização dos jogos levou ao município?
Prefeito Lili do Gás – A realização de um evento como o JOPAN gera diversos benefícios para o desenvolvimento dos atletas e para a cidade. O movimento de visitantes aumenta em nosso município, crianças e adolescentes têm atenção e comprometi¬mento total, tanto na torcida ou praticando o esporte, além de dar a oportunidade aos pais verem seus filhos representando sua cidade, numa competição de tamanha importância.

Jornal Panorama – Atualmente, quais projetos esportivos exis¬tem em São Vicente de Minas?
Prefeito Lili do Gás – Hoje a Prefeitura Municipal de São Vicen¬te de Minas tem uma preocupação grande na área esportiva e vem realizando um trabalho sério e eficiente em parceria entre as Secretarias de Desenvolvimento Social, Educação e Esportes, o que proporciona para as crianças e adolescentes participarem da Escola de Esporte (Vôlei e Futsal), Oficina de Esporte (Futsal e Futebol de Campo), Oficina de Futsal Feminino, Oficina de Dan¬ça, Oficina Mais Educação (Atletismo).

Jornal Panorama – Em todos os dias de campeonato, tivemos público presente na quadra e grande participação de crianças, inclusive na prova de Corrida Rústica. Quais ações a prefeitura está realizando para incentivar as crianças, jovens e adultos a praticarem esporte?
Prefeito Lili do Gás – A participação dentro e fora da competição esportiva é uma tradição de São Vicente de Minas. Temos uma preocupação, nos projetos da Prefeitura Municipal, de levar para competições somente atletas de São Vicente em nossa delega¬ção. Entristece saber que ganhamos ou perdemos um campe¬onato para uma equipe que tem poucos ou nenhum atleta que tenha nascido ou é residente na cidade que ele representa. Nos¬sa intenção é dar oportunidade a nossas crianças e adolescentes de praticarem esporte dentro de nossos projetos esportivos e de terem em sua vida o legado de compromisso, disciplina, luta, vibração e tantas outras qualidades que o esporte proporciona.

Jornal Panorama – Após a realização do 26º JOPAN de São Vi¬cente de Minas houve aumento da procura por esportes na ci¬dade?
Prefeito Lili do Gás – A procura pelo esporte sempre acontece em São Vicente. Temos novos grupos surgindo, como a bike, que a cada dia é possível detectar novos adeptos. Nos projetos da Prefeitura, vemos a procura constante e isto nos motiva a dar continuidade no trabalho.

Jornal Panorama – Deixe uma mensagem aos atletas vicencia¬nos.
Prefeito Lili do Gás – Obrigado é o que eu posso dizer aos nossos atletas, pelo orgulho que sentimos a cada notícia que recebemos pela forma a que a delegação se comportou nas viagens; com a educação e o respeito com que se comportaram na cidade que os receberam e com os atletas que enfrentaram, nas conquistas, na superação das derrotas, no orgulho de vestir a camisa de São Vicente! Obrigado e que 2018 seja um ano ainda melhor.