Seritinga comemora 55 anos de história

Emancipação político-administrativa do município foi lembrada com muita festa e emoção

No último dia 30 de dezembro, Seritinga completou mais um ano. Os 55 anos de emancipação político-administrativa do município foram marcados por apresentações culturais, animados shows e muita festa.

No dia do aniversário, uma surpresa alegrou e encantou os seritinguenses: em uma solenidade no calçadão da Praça Sete de Setembro, apresentações culturais foram uma agradável surpresa a quem esteve presente ao momento. O prefeito Marco Antônio Moreira, o vice Amauri de Castro, o presidente da Câmara em 2017, vereador Roberto Pinto de Souza, os demais vereadores Cláudio Moreira Arantes, presidente no exercício 2018, Paulo Sérgio Arantes de Carvalho, Jaime José da Silva, os ex-prefeitos Baruc Sebastião Landim, Cornélio Azevedo e João Batista de Miranda, o seminarista Hernane Lopes e o presidente do Conselho Tutelar dos Direitos da Criança e do Adolescente, Luan Domingos, também participaram do momento.

A Corporação Musical São João Batista foi a responsável por dar o tom ao evento, arrancando aplausos do público. Já os professores Ubirajara Moreira do Nascimento e Blegia Mansur foram os porta-vozes da história de Seritinga. “Fatos históricos confirmam que quem lhe deu origem foram os italianos; outros afirmam que os dinamarqueses a alimentaram com leite e queijo de melhor qualidade; vários acrescentam que os libaneses a vestiram com os mais finos tecidos e rendas turcas. Os portugueses foram os responsáveis por lhe ensinar a língua materna e ainda há informações da possibilidade de espanhóis terem passado por aqui para consagrá-la com uma coroa de ouro, explorado nas proximidades”, afirma o texto.

Indo mais a fundo na história da “Princesinha do Sul”, ainda foi possível encontrar indícios da participação de índios em seu nome: na língua indígena, Seritinga significa “serra branca”. Também o Japão foi mencionado – uma vez que recentemente japoneses estiveram e investiram em solo seritinguense – na esperança de que futuramente sejam incluídos no quadro dos imigrantes que contribuíram e contribuirão com sua história. E os alunos das escolas Estadual Ministro Clóvis Salgado e Municipal Mary Vieira Ribeiro de Souza deram show de talento ao apresentarem danças típicas da Itália, Espanha, Líbano, Portugal e brasileira, emocionando a todos. Alunos do CRAS também marcaram presença na comemoração, encantando o público com danças caracterizadas pela graciosidade e firmeza nos movimentos.

A população e visitantes puderam aproveitar ainda inúmeras barraquinhas com roupas, utensílios diversos, além de alimentação. As crianças se divertiram em pula-pulas. E os shows levaram expectativa e animação aos presentes. Na abertura, o prefeito Marco Antônio Moreira agradeceu a presença do público, desejando uma festa sadia com muita alegria e sem violência, desejando a todos um Feliz 2018.

A primeira atração da noite foi a dupla Mococa & Paraíso, que tem em seu repertório grandes sucessos do sertanejo em seus 31 anos de parceria. Paraíso, inclusive, é um dos maiores compositores do país, com cerca de mil músicas já gravadas; seu grande parceiro foi José Fortuna, seu sogro, com quem teve mais de 500 músicas gravadas. A dupla recebeu no palco o cantor seritinguense Marcelo Levih.

A noite ainda continuou com a Banda Mídia, que levou grandes hits ao palco da festa, fazendo o público dançar até altas horas.

Parabéns Seritinga por mais um ano de história!

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s