CÂMARA MUNICIPAL DE AIURUOCA REALIZA ENTREGA DE TÍTULOS DE CIDADÃO AIURUOCANO E FAZ HOMENAGEM LEGISLATIVA

Em Sessão Solene, a Câmara Municipal de Aiuruoca realizou um especial momento na noite do dia 20 de dezembro. Os vereadores presidente, Francisco de Assis Barros, vice-presidente Roni Roberto Pena, secretário Alarcon Antônio Delfim, Antônio Paulo Flores, José Renato do Nascimento, Ivair Corrêa, Lázaro Hélio da Silva, Mário de Arimateia dos Santos e Helder de Carvalho Corrêa estiveram presentes na sessão que contou com a presença do prefeito Paulo Roberto Senador, do ex-prefeito Joaquim Mateus de Sene, dos ex-vereadores Vinícius da Cunha Barros e Antônio de Pádua Barros, e da comunidade aiuruocana.

Todos estavam reunidos para a entrega de Títulos de Cidadão Aiuruocano e da Homenagem Legislativa, agraciação entregue pelo mérito e amor que os homenageados demonstram a Aiuruoca. A presidência demonstrou sua felicidade em conferir esse reconhecimento, através de seu mais legítimo representante: o Legislativo Municipal.

 O título de Cidadão Honorário foi concedido a João Paulo Santos Leonel, a Christiane Gaio Nogueira e a Patrícia da Silva Alcântara, e a homenagem do Legislativo foi entregue ao padre Marco Antônio Iabrudi Filho, por seus relevantes serviços prestados a Aiuruoca.

O momento da entrega dos títulos foi emocionante onde foi revelado aos presentes sobre os homenageados e sua ligação com o município. João Paulo Leonel, chefe do cartório eleitoral e grande incentivador do encontro dos motociclistas de Aiuruoca, frisou em suas palavras que “é com muita honra, respeito, alegria e responsabilidade que recebo esse importante título, sinto-me muito honrado por isso e cada vez mais estimulado a lutar por uma Aiuruoca mais efetiva para todos, uma Aiuruoca que trata a todos bem, onde todos possam se sentir, de certa forma, acolhidos, e bem acolhidos”.

A professora e colaboradora do encontro dos motociclistas de Aiuruoca, Christiane Gaio Nogueira também registrou sua emoção. “Não posso deixar de agradecer ao povo de Aiuruoca, representado pelos seus vereadores, agradecer ao vereador Helder e a aprovação pelos parlamentares da Casa Legislativa, sinto-me muito honrada e tenho a certeza que continuarei servindo muito o município”, agradeceu.

A homenageada Patrícia da Silva Alcântara expressou sua honra em receber o título de cidadã aiuruocana. “Sempre me senti cidadã aiuruocana”, revelou a policial civil, que ainda revelou seu sentimento de tristeza quanto a sua saída da Delegacia Civil de Aiuruoca. Ao fim, agradeceu aos amigos e a população de Aiuruoca por terem a acolhido como uma verdadeira filha, e ao presidente vereador Francisco e ao vereadores por ter aprovado a concessão.

O pároco de Aiuruoca, padre Marco Antônio Iabrudi Filho, em sua palavra mencionou sobre sua vida, origem e fatos marcantes de sua existência, relembrou sua infância e as lembranças que tem sobre
Monsenhor Nagel, além da relação dos amigos de seus avós com saudosos aiuruocanos e suas informações sobre os relatos de Aiuruoca, belezas, vida pública e a vida religiosa.

“Aquilo tudo mexia com a cabeça da criança. Poderíamos, quem sabe, imaginar, que seriam sementes plantadas na cabeça para que a criança se transformasse em homem, o homem se transformasse em sacerdote e pudesse uma dia estar aqui servindo esse povo tão maravilhoso e tão brilhante. Ora, o chamado de Deus é sempre algo misterioso, providente e pede apenas da nossa fragilidade uma resposta generosa e convicta”.

Ainda em seu agradecimento revelou que não foi formado para ser pároco foi formado para “ser padre de gabinete, para estar em Campanha, sempre”. Padre Marquinho falou do jubileu de 100 anos da Diocese da Campanha e a restauração da Catedral, onde esteve à frente. Através do pedido do bispo diocesano Dom Diamantino, em 2015, ‘Nossa Senhora pede que você vá a Aiuruoca, a paróquia aproxima-se dos 300 anos é preciso tomar alguma providência’, padre Marquinho iniciou sua ligação concreta com Aiuruoca. “A princípio eram apenas três meses e os poucos meses já se transformaram em 2 anos e quatro meses”, disse o pároco.

Nesse tempo, a paróquia se transformou e ainda se transforma. A preparação para o jubileu dos 300 anos foi completa, todos unidos em preparação da especial data que marca toda a comunidade católica. A renovação foi de todos e ainda muito há de celebrar.

“E aqui nós estamos mais uma vez para celebrar o jubileu, não de cem anos, trezentos anos. Pois a paróquia é primogênita, a paróquia é primaz da diocese da Campanha, a necessidade chama e faz o pastor e a providência divina auxilia aqueles que confiam em Deus”, revelou.

“E nós, todos juntos, colocamos nossa confiança em Deus, colocamos a nossa confiança, pois essa missão inesperada, revelava não apenas um pároco ou administrador de transição, mas revelava a vontade de Deus para que pudéssemos celebrar a grandeza do Cristo vivo em nosso meio, o Nosso Salvador, que com seu Sangue preciosíssimo sempre nos faz criaturas renovadas e nós aqui iniciamos pela oração, pois tudo começa pela oração e confiança em Deus”, completou o pároco, que ainda salienta sobre o início da obra. “Pequena, a princípio, acanhada, tímida, desconhecida, mas muito confiante por acreditar plenamente que nascia do coração do próprio Jesus. Tudo foi feito por amor a Deus e tem sido feito por amor a Ele. Por um amor incondicional a Santíssima Mãe de Deus, a Imaculada Conceição. Grande devoção da minha vida desde a infância. Sem perder de vista as pegadas da beata Nhá Chica que também dizia ‘Tudo acontece porque rezo com fé’. O milagre acontece porque nós oramos com fé”, revelou.

Todos os momentos foram de profundo agradecimento e revelou toda a ligação que os homenageados têm com Aiuruoca. O presidente da Câmara, vereador Francisco de Assis Barros, expressou sobre o reconhecimento justo da Casa Legislativa. “Estas homenagens que acabam de receber não são advindas desta Câmara Municipal, e sim a real efetivação da voz dos munícipes que reconheceram o valor de vossas senhorias como exemplos a serem seguidos por todos”, colocou o presidente, que ainda salientou que “Aiuruoca ganha a partir de hoje mais três novos filhos e reverencia um sacerdote de Deus que se doou com amor filial e ao mesmo tempo paternal ao nosso povo”. “Saibam, queridos homenageados, que edificastes ainda mais nossa terra, fizeram jus ao verso do hino de sua Aiuruoca que diz, ‘Aiuruoca, terra de filhos ilustres, que querem hoje e sempre aumentar a tua glória’”, observou o presidente que ao fim, classificou que a palavra gratidão é a que brota de todos os corações.

Diante o final do ano Legislativo, o presidente revelou que concluíram o ano com equilíbrio das ações, que foram pautadas nos princípios da ética, da moralidade, da transparência, do respeito ao cidadão e responsabilidade na gestão dos recursos públicos. E finalizou desejando a todos um ano novo repleto de realizações, prosperidade, de saúde e alegrias.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s