Moradores e candidatos se preparam para novas eleições em Ibitiúra de Minas

Votação acontece após Tribunal Eleitoral cassar prefeito e vice; pleito está marcado para o dia 3 de dezembro.

Após prefeito e vice serem afastados do cargo, os moradores de Ibitiúra de Minas (MG) já convivem com a expectativa de novas eleições. A votação está marcada para o dia 3 de dezembro e aproximadamente 3 mil eleitores devem voltar às urnas.

O Tribunal Regional Eleitoral cassou os diplomas e determinou o afastamento do prefeito eleito, José Tarciso Raymundo (PSDB), e do vice, Romildo do Prado (PSD). A medida aconteceu após uma ação do Ministério Público apontar abuso de poder econômico, político e de autoridade para conseguir votos.

Segundo o MP, houve compra de terreno e a promessa de construção de casas populares, utilização de maquinários públicos no local, na véspera das eleições, e reunião com funcionários públicos onde teriam sido exigidos votos em troco de permanência no cargo, além bancar transporte de eleitores no dia da votação.

Ibitiúra de Minas tem novas eleições no dia 3 de dezembro (Foto: Reprodução EPTV)

Ibitiúra de Minas tem novas eleições no dia 3 de dezembro (Foto: Reprodução EPTV)

Com a cassação, o então presidente da câmara, Alexandre de Cássio Borges (PROS), assumiu a prefeitura e agora tenta garantir nas urnas a permanência no comando do município.

“Sempre preocupado em melhorar, essa é a preocupação. Tendo melhoramento, nós vamos ter uma qualidade de vida melhor para o município e, em consequência disso, todos os departamentos, saúde, educação, obras, estão sendo aperfeiçoados”, afirmou Borges.

Ele vai disputar a prefeitura com Luiz Antônio Pio (PR), que ficou em segundo lugar no ano passado.

“Nós vamos ter que agir mais rapidamente. No nosso plano de governo, nós tivemos que resumir um pouco, tirar algumas coisas. Mas eu acredito que vai dar para fazer um bom mandato e a população de Ibitiúra vai ficar bem servida”, disse Pio.

Os moradores dizem que esperam uma votação acirrada, mas estão otimistas. “É o futuro da cidade. Eles têm que ter ajuda do povo, né?”, diz Nora Nei de Souza, que trabalha com serviços gerais.

Fonte: G1 Sul de Minas

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s