ESTUDANTES RECEBEM MEDALHAS DA OBMEP 2016 EM CAXAMBU

Solenidade aconteceu no Palace Hotel

No dia 12 de setembro, mais de 30 alunos receberam as medalhas de prata e bronze referente à participação da 12ª edição das Olimpíadas Brasileiras de Matemática das Escolas Públicas de 2016, a OBMEP. A solenidade foi realizada pela Superintendência Regional de Educação de Caxambu, que abrange os municípios de Aiuruoca, Alagoa, Baependi, Bocaina de Minas, Carvalhos, Caxambu, Conceição do Rio Verde, Cruzília, Itamonte, Itanhandu, Jesuânia, Liberdade, Minduri, Olímpio Noronha, Passa Quatro, Passa Vinte, Pouso Alto, São Lourenço, São Sebastião do Rio Verde, São Thomé das Letras, Seritinga, Serranos e Soledade de Minas.

Compuseram a mesa de autoridades o professor Fabiano Prado da Silva, diretor da SRE Caxambu; Sandro Rodrigues Mazorche, coordenador regional da OBMEP; o prefeito de Caxambu Diogo Curi, representando os prefeitos da microrregião; João Paulo da Silva, diretora da E. E. Ana Dantas Motta, de Carvalhos, representando os diretores; Valéria Terezinha Purcino, professora da E.E. Felizarda Russano, de Pouso Alto, representando os professores; Lucas Lourenço Noronha Penha, aluno medalhista de ouro da E.E. São Sebastião, de Cruzília; e a secretária de Educação de Caxambu Ariana Maria Oliveira de Paula representando as secretárias da região.

Em suas palavras, o diretor da SRE Caxambu, Fabiano Prado da Silva, afirmou que o apoio da família é fundamental ao sucesso dos alunos. “Fica aqui o meu incentivo para que vocês continuem e contem com o apoio da família, que é muito importante, pois vejo os familiares junto aos professores e diretores. Agradeço também aos professores e diretores, vemos que há muitos professores que respiram isso e percebem o quanto é importante para o aluno. A quantidade de alunos medalhistas que tivemos em nossa região engrandece o nosso trabalho. Cada vez mais sorte e todos vocês”, disse.

Em seguida, o coordenador regional da OBMEP Sandro Rodrigues Mazorche falou do orgulho de ver os alunos da região recebendo tantas medalhas. “Esse momento da premiação é muito especial, pois estamos premiando os alunos que se destacaram na edição de 2016 da OBMEP. Os números são muito grandes: se pensarmos na OBMEP no país inteiro, temos 50 mil escolas fazendo a olimpíada. É um programa muito grande e só é possível por conta das escolas e professores, superintendentes e coordenações abraçarem; mesmo se tivéssemos investidores esse projeto não seria possível. São 18 milhões de alunos inscritos na primeira fase, e temos hoje aqui 39 medalhistas: dois de ouro, 13 de prata e 24 de bronze”, disse. E prosseguiu falando da importância de resultados tão significativos. “Esse é um número muito expressivo para a região. Nem estados conseguem um resultado tão expressivo quanto essa regional conseguiu. É uma região privilegiada, com ótimos profissionais e familiares que estimulam seus filhos. Hoje também vamos dar dois kits de materiais esportivos, totalizando 54 em todo o país. São poucas as regiões que conseguem esse desempenho. Ao longo de 12 anos de olimpíada, já tivemos na região 27 medalhas de ouro, 51 de prata e 144 de bronze. Temos que olhar para esses números e ver os frutos do nosso trabalho”, destacou.

O prefeito Diogo Curi deu as boas-vindas às escolas e alunos presentes. “Parabenizo a equipe da SRE Caxambu pelo trabalho incrível que desenvolve na região e saibam que podem sempre contar com a minha ajuda e da prefeitura. Falando em nome da AMAG dou as boas-vindas a todos das cidades vizinhas a nossa região. Somos abençoados e cada um com sua particularidade e potencial, mas todos com um elemento comum: a hospitalidade, o bem estar. Nossa casa sempre estará aberta a todos vocês”, declarou.

A solenidade contou com apresentações musicais do professor de música Luiz Henrique de Oliveira Constantino e Luiz Eduardo Castilho, que fez o público cantar grandes músicas como “Semente do Amanhã” e “Deixa a vida me levar”, animando a tarde. O medalhista de bronze da OBMEP 2016, João Victor Silva de Carvalho, da E. E. Professor Souza Nilo, de Itanhandu, também deu seu depoimento do quanto a OBMEP mudou sua vida e abriu caminhos para sua vida profissional.

As premiações dos estudantes foi feita por Fabiano Prado da Silva e Sandro Rodrigues Mazorche, e de um em um, acompanhados dos professores, diretores ou familiares, os alunos recebiam a merecida homenagem. Foram entregues ainda um tablet à professora Ilza Abraão, da E. E. Professor Mário Junqueira Ferraz, de São Lourenço; dois kits de material esportivo para as escolas estaduais Professor Mário Junqueira Ferraz e Ana Dantas Motta, de Carvalhos; e um kit de material didático à Escola Estadual Maria do Carmo Lima Pinto, de Alagoa. Os dois medalhistas de ouro receberão o prêmio em cerimônia a ser realizada no Rio de Janeiro, em novembro.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s