31º Festival de Música destaca a Arte e Cultura do País

Itanhandu novamente demonstra seu amor e atenção a arte e a cultura. Entre os dias 21 e 22 de julho, a Praça Amador Guedes foi palco de mais um belos espetáculos culturais do município. O Festival de Música é tradicional e recebe músicos de todo o país, e neste ano foram 127 músicas inscritas.

A música é uma arte que se completa e leva a todos bons momentos, e os ocorridos em Itanhandu foram especiais.Itanhandu novamente demonstra seu amor e atenção a arte e a cultura. Entre os dias 21 e 22 de julho, a Praça Amador Guedes foi palco de mais um belos espetáculos culturais do município. O Festival de Música é tradicional e recebe músicos de todo o país, e neste ano foram 127 músicas inscritas.

A música é uma arte que se completa e leva a todos bons momentos, e os ocorridos em Itanhandu foram especiais. E como foram bons os momentos em que os itanhanduenses e visitantes puderam comtemplar com o festival. Neste ano, retomando as suas origens, o festival ocorreu na Praça Amador Guedes e levou muita cultura e entretenimento a todos.

Quem esteve por lá pode conferir as 34 apresentações finalistas em duas eliminatórias. Dentre os músicos presentes estiveram representantes de Batatais (SP), Belo Horizonte (MG), Brumado (BA), Campina Grande (PB), Campinas (SP), Campinas (SP), Formiga (MG), Goiânia (GO), Governador Valadares (MG), Guarulhos (SP), Itanhandu (MG), Itapevi (SP), Joinville (SC), Lençóis Paulista (SP), Poços de Caldas (MG), Praia Grande (SP), Rio de Janeiro (RJ), São Bernardo do Campo (SP), São João Del Rei (MG), São José dos Campos (SP), Três Corações (MG) e Ubá (MG). Para a grande final foram eleitas 14 canções, que revelaram muita emoção e alegria. Canções que expressavam o amor, a saudade, o medo, as angústias, enfim, diversos sentimentos que foram expressos em cada melodia, todas de muito talento.

Os jurados tiveram a difícil tarefa de definir os vencedores, devido à qualidade de todas as apresentações. Em nome da prefeitura municipal, o secretário de Turismo e Cultura, Rodrigo Costa, agradeceu a todos os presentes, principalmente a todos os participantes, os artistas, “são vocês que fazem o Festival de Itanhandu grande como ele é, estamos na 31º edição e neste ano com recorde de inscrições”, frisou.

“O Festival de Itanhandu hoje é uma competição, podemos dizer nacional, tivemos inscrições de sete estados diferentes, e estamos muito satisfeitos com o resultado. E agradecemos a todos os participantes, de perto ou de longe, vocês tem uma importância muito grande, independente de quem ganhou. Julgar a arte é algo muito abstrato, agradecemos a todos”, completou.

A beleza do espetáculo se revelava em tudo, e não foi diferente nos troféus confeccionados pelo artesão Rafael Chaves. Todos os momentos foram especiais aos participantes e presentes e principalmente aos vencedores.

A principal premiação do 31º Festival de Música foi para o cantor Zé Alexandre, de Poços de Caldas, com a música ‘Não sei fazer baladas como as que fez Belchior’.  O festival foi sucesso do início ao fim e ficará marcado em suas edições.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s